14 de dezembro de 2010

Madness

Publicado em Maio de 2010 no Atual do Expresso:


One Step Beyond
Madness
2 CD Salvo/Mbari
Há um programa em curso de reedições dos álbuns de originais dos Madness. Um programa com sentido de oportunidade, pois chega logo após a saída de “The Liberty of Norton Folgate”, inesperado ponto alto na carreira do septeto londrino. As versões remasterizadas e aumentadas de “Absolutely” (1980) e “7” (1981) acabam de chegar, mas foi com “One Step Beyond”, de 1979, que tudo – as reedições e a carreira dos Madness – começou. “One Step Beyond” é uma explosão na fábrica da pop. É a visão progressista, estilosa e multicultural do movimento mod abalada pelo radicalismo punk e levada ao extremo de frenesim do 2 tone, o género onde a Jamaica e a Inglaterra se encontraram no final dos anos 1970. Quase todos os Madness são exímios compositores, e em “One Step Beyond” saíram-se com 15 canções que tanto mostram o amor por Prince Buster (o tema-título é dele, ‘The Prince’ é para ele) como viajam pelo Mediterrâneo com os violinos de ‘Night Boat to Cairo’ ou dão um corpo ska a Tchaikovsky via ‘Swan Lake’. E ainda há a genialidade do tocante ‘My Girl’. Tudo embrulhado numa edição dupla com prendas adequadas: vídeos dos singles, uma sessão John Peel, lados b e brilhante texto semi-autobiográfico de Irvine Welsh.

Sem comentários: