14 de dezembro de 2010

Keane

Publicado em Maio de 2010 na Time Out:


Keane
Night Train
Island/Universal
***

Percebe-se porque é que os Keane não querem misturar este disco, cujo lançamento assoma com relativa discrição, com a sua discografia de álbuns – mesmo que dure meia hora e traga oito temas. Night Train apalpa terreno. Testa linguagens. É um interlúdio simpaticamente partilhado pelo trio britânico, onde nada de evidente liga um grupo de canções que se espalha de forma errática por vários géneros. “Back in Time” insiste nos sintetizadores esgazeados da escola Gary Numan que irrompiam pelo último álbum, Perfect Symmetry. As duas rasantes ao hip-hop, ao lado de K’naan, transformam os Keane em sombras interessantes dos Maroon 5. “Clear Skies” é uma pastiche dos U2. Já a bela “You’ve Got to Help Yourself”, dueto bilingue com a japonesa Tigarah, avança de surpresa pela pop sonhadora de plástico; essa e “Your Love”, cantada por Tim Rice-Oxley e que podia perfeitamente ser um intrincado tema synthpop dos A-Ha, são os melhores momentos de um disco peculiar.

Sem comentários: