1 de junho de 2010

Maria de Medeiros

Publicado na Time Out Porto de Abril:


Maria de Medeiros
Auditório Municipal de Gaia, Segunda-feira 3

Há dois anos, Maria de Medeiros acrescentou a gravação de discos a uma lista de afazeres que incluía a representação em cinema, teatro e televisão, além da realização. O álbum de estreia tinha um nome em inglês meio enganador (A Little More Blue), já que era integralmente preenchido por repertório de autores brasileiros, Chico Buarque e Caetano Veloso (autor do tema-título) à cabeça. Um lote de canções registado em formato acústico e intimista q.b., que a levou em digressão pela Europa do sul, África e Brasil, e parece que foi a partir dessas viagens que surgiram as sementes de Penínsulas e Continentes, disco acabado de sair e pretexto para esta actuação em Gaia.

Penínsulas e Continentes repete o recolhido ambiente sonoro do CD anterior, mas as fontes do repertório alargam-se em latitude e longitude, arriscando misturar cantigas em português, espanhol, italiano ou inglês. O resultado tem tanto de desigual como de acolhedor. A entrega vocal de Maria de Medeiros tem por vezes mais a ver com a arte dramática do que com a música popular, mas até por isso é de crer que estas canções funcionem melhor em palco. Pascal Salmón (piano), Ricardo Feijão (baixo) e Edmundo Carneiro (percussão) cuidarão do departamento instrumental. E não custa nada pedir que se toque “These Boots Are Made for Walking”, cuja versão em dueto com Legendary Tigerman tem sido um justo sucesso radiofónico.

Sem comentários: