7 de julho de 2009

Bee Gees

Texto publicado no Actual do Expresso de 27 de Junho de 2009:


Odessa
Bee Gees
3xCD Reprise/Warner

por Jorge Manuel Lopes

Em 1969, quando o génio dos irmãos Gibb concebeu este monumental Odessa, a ideia que a pop e o rock podiam ir a muitos mais sítios do que as convenções dos géneros sugeriam era coisa recente. Os Beatles, os Pink Floyd, os Beach Boys, os Kinks ou os Moody Blues sabiam-no. A Motown começava a mostrá-lo pela mão de Norman Whitfield. O rock progressivo batia à porta. Lição principal? Não há portas fechadas na música popular, nem deve haver receio de mergulhar no "ridículo" sempre que necessário. As 17 canções de Odessa são formalmente imaculadas e sonicamente espessas, tão rigorosas quanto versáteis. Passa-se sem pestanejar da country pop ("Marley Purt Drive") a um assomo de funk ("Whisper Whisper"), mas as baladas é que dominam. Baladas para as quais a expressão over the top podia ter sido inventada, as harmonias vocais de Maurice, Barry e Robin competindo com regimentos de violinos e metais para ver quem chega mais perto das nuvens, com apogeus em "Melody Fair", "I Laugh in Your Face" ou "First of May". A nova reedição desta obra-prima recupera o invólucro original em veludo vermelho e enche uma caixa com as misturas mono e estéreo de Odessa, mais uma rodela de versões alternativas.

Sem comentários: